Bem Vindo!
"Sou obra inacabada... Sem fórmula ou definição... Sem modelo... Sem roteiro... tijolo de construção...

Talvez, quando eu não mais estiver por aqui as pessoas possam responder por mim...

Não quem sou, mas sim quem fui...

Pois sou obra incabada carente de definição, sem registro, sem patente... produto da criação... produto das circunstâcias fruto da ocasião..."

JH (17 de Janeiro de 2008)

Vídeos

Loading...

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

A multiplicidade...

.
Trago tantas pessoas dentro de mim.. tantos sentimentos.. alegrias.. cores.. dores.. sonhos..
Encarar a mim mesma tem sido um desafio..
Compor minha qualidades com meu defeitos.. salientando o que penso ter de melhor... mas como acharia esse "padrão" do que tenho de melhor?
Tem uma música do Caymme que gosto muito.. e diz com tanta clareza como me sinto agora...

"Eu guardo em mim dois corações
um que é do mar, um das paixões
um canto doce, um cheiro de tem...poral
eu guardo em mim um deus, um louco, um santo, um bem e um mal...
Eu guardo em mim tantas canções
de tanto mar
tantas manhãs
encanto doce o cheiro de um vendaval
guardo em mimo deus, o louco, o santo, o bem, o mal"
Eu guardo em mim meu amor pelo Escobar... pelos meus amigos.. carrego dentro de mim o amor do mundo... e as lágrimas de muitos... o sorriso de tantos...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário